PNL pode ser utilizado como terapia ?

PNL pode ser utilizado como terapia ?

Algumas pessoas se perguntam se PNL pode ser utilizado como terapia, já que, atualmente, está se tornando mais conhecida. Existem muitas respostas controversas para essa questão. Psicólogos acreditam que practitioners de PNL não são terapeutas enquanto que outros profissionais acabam utilizando técnicas da prática no atendimento a clientes.

Basicamente a PNL é uma disciplina que ensina e condiciona as pessoas a usarem melhor o cérebro. Como disciplina, ela pode ser integrada em várias outras práticas incluindo a terapia. Atualmente é comum encontrarmos psicólogos e terapeutas diversos que utilizam as práticas de PNL alcançando resultados positivos com seus pacientes.

Tanto a PNL não é uma terapia que não é necessário ser psicólogo ou ter alguma formação especial para aprender e ser um trainner em PNL. Esse ponto inclusive, é o ponto principal onde começam algumas controvérsias entre terapeutas formados e outros praticantes que não possuem uma formação acadêmica dentro do campo da mente humana.

A PNL é uma disciplina que pode ser utilizada nos mais variados campos de atuação, professores, atletas, acadêmicos, médicos e advogados, são apenas alguns exemplos de pessoas que utilizam as práticas da PNL para melhorarem suas funções cognitivas e, consequentemente terem melhores resultados em suas atividades profissionais, usando para si mesmos ou aplicando aos seus clientes.

Programação Neurolinguística para leigos

Quando uma pessoa se interessa pelo estudo da PNL, acaba encontrando inúmeros cursos que são ministrados por vários tipos de profissionais, incluindo terapeutas e psicólogos. Os currículos desses cursos muitas vezes misturam fundamentos dos campos de atuação desses profissionais e que não tem nada haver com a PNL em si. Inclusive, cursos que fazem essa mescla, podem não ensinar os fundamentos primordiais da prática, corretamente.

A prática é tão ampla e modeladora que a cada dia são descobertas novas formas de utilizar seus fundamentos e técnicas. Poder usar essas técnicas em vários tipos de aplicações é justamente a prerrogativa da PNL. Fazer a pessoa pensar por ela mesma e conseguir resolver seus conflitos interiores sem a ajuda de outras pessoas, sem ficar dependente de terapias ou outros tipos de tratamento.

Pessoas que consigam entender e praticar corretamente os verdadeiros princípios da PNL estarão contribuindo para a melhoria no crescimento humano, sem uma escravização de seus medos ou culpas. Utilizar as técnicas de PNL em conjunto com outros práticas não é aplicar PNL e sim, utilizar algumas de suas aplicações em um determinado segmento.

Enquanto a distinção das bases da PNL, não for claramente entendida, existirá a controvérsia entre quem pode ensinar ou praticar a PNL. Psicólogos e terapeutas, com formação acadêmica em desenvolvimento humano, quererão reivindicar o uso das aplicações da PNL para si, enquanto que os não acadêmicos, mas que estudaram as práticas pura e simplesmente, estão mais preocupados em fazer as pessoas terem experiências de vida melhores.

A PNL não é uma terapia, mas pode ser utilizada em conjunção com elementos terapêuticos, ela não faz parte da psicologia, mas pode ser utilizada por psicólogos em seus pacientes. É uma disciplina que ensina a usar o potencial da mente humana e, como tal, pode e deve ser aplicada em todos os segmentos onde forem necessários cérebros mais desenvolvidos e atuantes.

1 comentário


  1. Melhor explicação que já vi.
    Não vi mais atualizações. O site está abandonado? Também queria saber mais sobre o curso de formação PNL que você oferecia no passado

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.