5 funções práticas da PNL na Educação

Atualmente, usar práticas de PNL na Educação tornou-se uma constante em algumas salas de aula, onde professores que utilizam o método para si, começaram a usar os fundamentos também com seus alunos, proporcionando uma melhor maneira de aprender.

Veja 5 funções práticas da PNL que podem ser aplicadas, com sucesso, na educação.

PNL na educação – O que é realmente efetivo ?

Existem muitas práticas na PNL que serão positivas em sala de aula, listamos abaixo 5 principais que ajudarão na tarefa de ensino – aprendizado.

1 – Tenha certeza que os alunos sabem como aprender

Muitos professores ficam frustrados, com o baixo desempenho de alguns alunos em determinadas séries e matérias. A culpa sempre é colocada no aluno, e raramente questiona-se se o aluno sabe como aprender. Pode parecer muito básico, mas existem técnicas de PNL que podem ajudar os alunos que têm dificuldade de aprendizado. Tornar as aulas mais interessantes e divertidas fará com que o interesse, dentro da sala de aula, seja mais assertivo. Tendo uma forma de aprendizado mais voltada para o aluno em si, criará uma vontade de conhecer a matéria e, realmente, entende-la e fixa-la.

2 – Pratique sempre as pressuposições da PNL

As pressuposições da PNL são o ponto de partida para qualquer aplicação das técnicas do método. Os professores devem ter em mente que é preciso respirar esses pressupostos enquanto estão dentro da sala de aula, para que cada desafio apresentado pelos alunos possa, facilmente, ser encaixado em um contexto mais amplo. “Não existem fracassos, apenas resultados”, por exemplo, será muito eficiente para lidar com alunos que não acreditam em si mesmos, e até mesmo na hora de avaliar exames finais de qualquer turma.

3 – Estabelecer âncoras para obter melhores recursos

O processo de estabelecimento de âncoras pode ser muito eficaz na hora de conseguir uma sala de aula atenta e mais produtiva. Conte histórias interessantes para sua classe com um tom de voz ameno quando quiser silêncio e estabeleça esse tom de voz como a âncora para conseguir alunos quietos. Da mesma forma, eleja um local da sala para ter a atenção dos alunos em você, estabeleça a âncora e sempre que precisar de atenção fique nesse local da sala.

4 – Utilize a modelagem

A técnica da modelagem pode ser muito eficaz para conseguir aumentar o nível de aproveitamento de uma sala. Identifique os níveis lógicos da classe e estabeleça modelos a serem recriados de forma a incrementar o processo de aprendizagem naturalmente. Respeitando os níveis de cada aluno ficará mais fácil conseguir resultados positivos sem desgastes do relacionamento professor – aluno.

5 – Estabeleça um relacionamento excelente

A técnica de rapport fornecerá uma base sólida no relacionamento com a classe, o professor estando completamente integrado com os alunos conseguirá transmitir os ensinamentos de forma mais fácil e agradável. Todos sairão ganhando com essa relação estreita e o processo de aprendizado será muito mais produtivo.

As técnicas e aplicações da PNL mostram-se muito efetivas dentro da sala de aula. O professor passa a conhecer melhor o aluno e seus limites, e o aluno por sua vez conhece uma forma diferenciada de aprender, que torna a tarefa de estudar muito mais prazerosa e produtiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.