Michael Jordan – Nunca Deixe de tentar

Sacada Michael Jordan sobre Metas

Recentemente fui para o evento do Profissão Coach e comprei o livro “Nunca Deixe de tentar” – Michael Jordan, no aeroporto, pra ir lendo no avião.

Eu gosto muito do Michael Jordan. A gente tem que se espelhar nos grandes e o Jordan é sem dúvida um cara extraordinário, tem muito a aprender com ele.

E o que eu quero compartilhar com você é uma sacada sobre meta. Talvez já tenha visto, se não viu, veja o vídeo que eu gravei sobre quando você sonha grande os seus problemas se tornam pequenos.

Basicamente é o seguinte: Michael Jordan, eu já gostava dele porque ele era um cara que se superava, estava sempre buscando se superar. Você pode pensar: “Mas o cara já nasceu estrela! ”. Não, ele não nasceu estrela!

Ele era bom sim, ele era muito bom naquilo que ele fazia, mas ele não era o melhor, não, era excelente!

Quando ele foi pra faculdade ou escola não sei, até os amigos dele falaram: “Poxa, mas você vai pra essa mais difícil? ” Era a que tinha o time de basquete mais forte, teria mais condição pra ele se tornar um grande jogador de basquete.

Os amigos falavam: “Você não joga tão bem assim, melhor você ir pra uma menor porque tem chance de ir para o time principal! ” Ele falou: “Não, não, eu quero ir pra essa melhor! ”

Ele tinha uma visão do futuro, ele sonhava grande.  Ele tinha uma visão do que ele queria se tornar. Então ele falou: “Eu quero ser o melhor jogador de basquete do mundo! ”

Foi pra melhor escola, mas ele tinha uma atitude meio arrogante e tal…ia para os treinos, não treinava muito bem, e no primeiro ano ele foi deixado de fora. O treinador dele falou assim: “Michael, você está fora do time, você não tem disciplina. ” Ele ficou mal, ficou quebrado por dentro e ele queria fazer alguma coisa.

Chegou humildemente para o treinador e falou: “Olha, eu quero entrar no time, o que eu posso fazer? ” O treinador dele disse: “Isso é bom, mas você precisa mudar a sua atitude, precisa treinar mais…bom, eu tô disposto a investir em você! Todo dia durante esse ano inteiro, se você vier uma hora antes dos treinos e vier treinar comigo, você vai fazer uma hora de treino sozinho comigo e depois você vai treinar com todos; se você fizer isso, no final do ano a gente reavalia a tua entrada no time! ”

E ele fez isso. Todo dia durante um ano, ele chegava uma hora antes pra treinar antes do treino de todo mundo.

Não é à toa que ele virou o cara que ele é hoje!

Ele fala que sempre estabeleceu metas de curto prazo, ele sempre teve isso muito claro de se tornar um grande jogador, mas ele planejava as metas de curto prazo, ele via sempre o próximo passo. O que eu posso fazer agora para entrar no time? Depois que eu estiver no time o que eu posso fazer?

Você precisa ter essa visão de longo prazo, mas é só um direcionamento pra onde você quer ir, mas você precisa estabelecer metas de curto prazo.

Uma outra grande sacada que eu levo dele é que ele sempre se comparava com ele mesmo. Ele falava assim: “Por que eu sou o melhor? Porque enquanto os outros se comparam comigo e querem me vencer eu quero me vencer, eu quero ser melhor que eu mesmo! ”

Então, metas de curto prazo e, se compare com você mesmo! Um passinho de cada vez, na direção de teu sonho grande.

É isso aí, eu fico por aqui e se gostou desse conteúdo, compartilha, deixa o seu comentário!

Isso me motiva a trazer mais pra você!

Ah, inscreva-se também em meu Canal do Youtube!

Até a próxima e valeu!

André Sampaio

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.