Como diminuir o tamanho dos seus problemas

Como resolver problemas

Vou te apresentar uma técnica simples, pra você eliminar praticamente em um estalar de dedos, mais de 90% dos seus problemas.

O problema da maioria das pessoas é que elas não têm problemas grandes o suficiente. A maioria das pessoas ficam pensando em problemas pequenos do dia a dia: “Ah! Eu preciso entregar aquele relatório amanhã! Ah! O meu chefe tá me cobrando! O fulano me deu uma fechada no trânsito! Poxa, vai chover hoje, que chato não! ”

A grande sacada é que as pessoas que são mais felizes são as que tem problemas maiores, problemas grandes e assumem isso: “Como…Como eu posso ajudar mais pessoas? Como eu posso construir uma escola? Ou mesmo criar uma empresa que gere valor, gere benefício. ” Ou, quem tem uma empresa e que de certa forma diretamente é responsável por famílias e famílias; cada empregado da empresa é uma família que tá representada e que tá sendo impactada por esse empresário.

Então veja, quando você tem problemas grandes, seus problemas se tornam pequenos.

Você já deve conhecer a técnica de “Reframing: Ressignificação”. É quando você pega uma experiência passada e dá um novo contexto pra essa experiência e dá uma nova emoção. Uma experiência que era negativa dentro de um novo contexto ela pode ser até positiva.

Antes do reframing, que é ressignificar, a gente já dá significado pra tudo, todas as experiências são ausentes de positivo ou negativo. Cada experiência ela é simplesmente inerte, é uma experiência simples. Cada memória que você tem ela não tem uma emoção anexada a sua memória. A gente dá esse significado, e como funciona dar o significado?

A gente dá pelo “Framing”, que é o “Enquadramento”.

Qual é o enquadramento que a gente vai colocar as experiências que a gente vive a cada momento? É exatamente disso que a gente tá falando aqui quando fala de problemas. Se você tem um problema grande você tá enxergando as experiências do dia a dia de uma perspectiva de um problema grande.

Imagina alguém que tá preocupado em curar a fome ou curar o câncer, alguém que investe o tempo; investe a vida em descobrir a cura do câncer! Se o cara toma uma fechada no trânsito, você acha que tá preocupado? Os problemas do dia a dia se tornam pequenos.

Uma história que eu quero te contar e que vale a pena é do Elon Musk que é um cara da África do Sul, Engenheiro que há muito tempo atrás resolveu ir para os Estados Unidos em busca de oportunidades porque ele realmente queria fazer a diferença.

Ele foi para o Vale do Silício pra ir trabalhar na melhor empresa da época que era a Netscape, a mais badalada da época. Só que ele não tinha habilidade sociais e ele queria trabalhar, mas não sabia como. Então a estratégia dele foi ir na Netscape, entrou no saguão com o currículo na mão e ficou lá, sentado esperando que alguém perguntasse para ele se ele queria ser entrevistado.

Passou horas lá sem falar com ninguém segurando o curriculum na mão até que ele ficou frustrado e falou assim: “Quer saber, dane-se tudo isso! Eu vou criar a minha própria empresa! ”. E saiu e criou uma empresa de tipo, páginas amarelas on-line. Essa Empresa foi vendida alguns anos depois por vinte milhões de dólares.

Ele falou: “Bom, como agora eu tenho vinte milhões de dólares eu criar uma nova empresa! ” Ele então, criou uma empresa chamada Pay Pal, alguns anos depois o Pay Pal foi vendido para o Ebay por duzentos milhões de dólares.

Ele tinha por volta de 30 anos de idade e poderia muito bem ficar tranquilo; se aposentar numa Ilha do Pacífico e ficar tranquilo para o resto da vida. Mas ele queria resolver problemas maiores e ele parou e pensou: “Poxa vida, que tal transformar raça humana em uma espécie interplanetária! Vamos levar o homem a Marte! ”, e esse foi o sonho dele.

Ele começou a buscar informações no Site da NASA sobre Marte e percebeu que não tinha nada, ele achou que o Site estava desatualizado e foi pesquisar mais a fundo e perceber que a NASA estava desatualizada.

Que desde a missão do homem à Lua a NASA parou essa investigação; parou os estudos. Quer saber: “Já que a NASA não vai fazer isso eu vou fazer! ”

Então, fundou a SPACEX, Empresa de lançamentos de Foguetes; ele fundou essa empresa com duzentos milhões de dólares. O sonho dele era transformar raça humana em uma espécie interplanetária.

Não contente ele quis mais problemas. Ninguém falou pra ele: “Você agora precisa transformar a raça humana, eu quero que você faça uma expedição pra Marte! ”. Não! Ele criou isso, totalmente realista. E, fazendo um paralelo: Metas SMART, “Realista” a letra “R” do SMART… esquece isso!

Os meus mentores, as pessoas que eu sigo, os meus modelos, não são nada realistas. Então Metas SMART… dane-se! Nada realista!

Ele queria fazer alguma coisa a mais, queria realmente criar um impacto. Ele falou: “O grande problema da humanidade é a necessidade; a dependência de combustíveis fósseis (Petróleo)! Então, vamos investir em um carro elétrico, já que Detroit, a Indústria Automobilística não está lidando com isso de uma forma séria, vamos fazer nós mesmos! Vou eu fazer! ”

Então, no Vale do Silício ele criou uma empresa de carro elétrico a Tesla Motors. E o primo dele falou: “Já que a gente tá fazendo isso, trabalhando com esse problema de ajudar o mundo, resolver o problema de combustível, por que não investir em Painéis Solares pra captação de energia solar? ”

E aí ele criou a terceira empresa, a Solar City; ele pegou aqueles duzentos milhões de dólares e criou essas três empresas. Muito bem, imagina você se ele estava preocupado com esses probleminhas do dia a dia! Os problemas dele são outros, são muito maiores.

E aí, o que aconteceu? Ele fez muito planejamento, Spacex, criou, desenvolveu o lançamento do foguete. Primeiro lançamento… o foguete explodiu antes de chegar na atmosfera. “Tudo bem, vamos reformular, vamos reestruturar o foguete! Vamos lançar o segundo foguete! ”

Segundo foguete… estourou também logo depois do lançamento! Aí o negócio já começou a ficar ruim! Conseguiu o terceiro foguete.

Ele conseguiu um investidor, o que já é um grande feito; alguém que pusesse um Satélite no Foguete para ser lançado em Órbita. Desse terceiro lançamento assim que foi lançar a ignição explodiu também.

Pronto…tava acabado! Junto com isso a Tesla Motors também não estava indo bem, as coisas não estavam andando! O Designer que ele contratou pra desenhar o veículo roubou a ideia dele, saiu da empresa e abriu uma empresa concorrente.

O CEO que ele tinha contratado pra Tesla teve que ser demitido e ele entrou com um processo milionário contra a Tesla e teve mais esse problema; paralelo a isso a esposa dele pediu o divórcio e ele teve que pagar milhões de dólares, tendo que lidar com todo esse stress e para finalizar o Solar City também não estava indo bem.

Ele precisou até pedir dinheiro emprestado pra pagar o aluguel. Ele não tinha mais dinheiro, os duzentos milhões de dólares acabaram.

Veja, quando você tem problemas grandes, problemas maiores, sonha grande mesmo, você desenvolve resiliência, você desenvolve uma musculatura emocional que você lida muito melhor com as coisas.

É fácil? Não, não é fácil! Se fosse fácil todo mundo faria. Quando você faz isso você simplesmente se destaca! E a realização vem com isso.

Moral da história, o que aconteceu com o Elon Musk?

Ele tinha um último foguete. Ele conseguiu alguns investidores pra lançar e se esse foguete não fosse bem-sucedido, o SPACEX ia pro buraco; a Tesla ia pro buraco; o Solar City ia pro buraco também.

E nesse lançamento foi bem-sucedido, a quarta tentativa e ele conseguiu lançar o Foguete. A NASA fechou um contrato em seguida com ele pra fazer alguns lançamentos. Era um contrato de mais de um bilhão de dólares.

A partir de 2009, todos os lançamentos que vão a órbita da NASA, são pela empresa dele pelo SPACEX. Então, veja a virada!

Isso é pra contar pra você, que os problemas a gente escolhe. E, aquilo que a gente escolhe, que são nossos problemas, são nossas frames, nossos quadros de referência (frame of reference), as perspectivas que a gente vai encarar o mundo, que vai encarar as experiências e que vai encara todos os nossos outros problemas pequenos. E quando você sonha grande todos os problemas se tornam pequenos.

Pode sonhar o que você quiser, mas eu não estou sugerindo que você sonhe em resolver o problema da fome mundial. Eu só estou sugerindo que você pode sonhar maior porque você tem muito mais capacidade de sonhar maior e realizar um pouco mais do que você imagina. Basta você elevar o teu próprio padrão e acreditar que você pode.

Qual é o teu sonho a partir de agora? O que você faria se dinheiro não fosse o problema? O que você vai sonhar maior hoje pra tornar os seus problemas do dia a dia menor?

Então é isso aí, se gostou desse conteúdo, compartilha, se você acha que pode ajudar alguém!

Ah, inscreva-se também em meu Canal do Youtube!

Até a próxima e valeu!

André Sampaio

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.